Miraguaí amplia cobertura de acesso às famílias com perfil no Cadastro Único

MIRAGUAÍ AMPLIA A COBERTURA DE ACESSO ÀS FAMÍLIAS COM PERFIL NO CADASTRO ÚNICO

A Administração Municipal de Miraguaí, através da Secretaria Municipal de Assistência Social em quatro meses ampliou a cobertura de acesso às famílias com perfil no cadastro único. A meta de expansão havia sido anunciada pelo prefeito Valdelirio Pretto da Silva, o Pretinho ao assumir o Governo Municipal em primeiro de janeiro deste ano.

Conforme a Secretaria Municipal de Assistência Social no mês de abril deste ano o Setor do Cadastro Único do município atingiu a meta de 94,8 % das famílias carentes atendidas pelo Programa Bolsa Família, totalizando 363 famílias, faltando uma média de vinte famílias para atingir 100% da meta, conforme dados do IBGE e do Ministério da Cidadania. No comparativo com o ano de 2020, o alcance foi de 81,98%, com 314 famílias recebendo o benefício.

Segundo a Assistência Social em apenas quatro meses foram alcançados os melhores resultados, com um aumento de mais de 10% de famílias atendidas e beneficiadas pelo Programa Bolsa Família.

De acordo com a Secretária Municipal de Assistência Social, Elenir Teresinha da Silva as famílias que possuem baixa renda podem ir até o CRAS e realizar seu cadastro junto ao Setor do Cadastro Único, onde devem procurar a gestora do cadastro único Miceli Liedtke Borchartt e o operador do sistema João Paulo Breskovit.

Para se inscrever no Cadastro Único, é preciso que uma pessoa da família se responsabilize por prestar as informações de todos os membros da família para o entrevistador. Essa pessoa – chamada de Responsável pela Unidade Familiar (RF) – deve ter pelo menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher.

BOLSA FAMÍLIA – O Programa Bolsa Família atende às famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza. Foi utilizado um limite de renda para definir esses dois patamares. Assim, podem fazer parte do programa: todas as famílias com renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais; e famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

O valor que a família recebe por mês é a soma de vários tipos de benefícios previstos no Programa Bolsa Família. Os tipos e as quantidades de benefícios que cada família recebe dependem da composição (número de pessoas, idades, presença de gestantes etc.) e da renda da família beneficiária. São eles: Benefício Básico; Benefícios Variáveis; Benefício Variável Vinculado ao Adolescente e Benefício para Superação da Extrema Pobreza.

 

Quem recebe Bolsa Família precisa manter seu cadastro sempre atualizado para continuar a receber o benefício. Mudanças na situação da família devem ser informadas, a qualquer tempo, no setor responsável pelo Cadastro Único/Bolsa Família na cidade em que a família mora. Mesmo que não haja nenhuma mudança, a confirmação das informações do cadastro deve ser feita obrigatoriamente a cada dois anos.

Rádio Planeta FM – 102.7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *